3º Seminário Internacional “Respostas Institucionais ao C/MGF”

Publicação das comunicações do I Seminário Internacional MAP-FGM
2017-10-25
24-25 Novembro 2017: 4º Seminário Internacional MAP-FGM “Da Medicina à Antropologia Crítica”.
2017-10-26

O 3º Seminário Académico “Respostas Institucionais ao Corte/Mutilação Genital Feminina” teve lugar em Lisboa no ISCTE-IUL nos dias 28 e 29 de Setembro (quinta e sexta-feira) de 2017.

O Seminário procurou trazer à discussão a complexidade inerente das respostas institucionais ao Corte/Mutilação Genital Feminina através dos contributos de especialistas de vários países africanos (Guiné Bissau, Senegal, Guiné Conakry e Mauritânia) e outros especialistas europeus a trabalhar sobre estes contextos e outras temáticas transversais, articulando estes contributos com a troca de experiências e com uma reflexão sobre as respostas institucionais em Portugal. A abertura da Conferência contou com o vice-reitor para a investigação do ISCTE-IUL Fernando Luís Machado, o diretor do CEI-IUL Luís Nuno Rodrigues, a Investigadora Principal MAP-FGM e Coordenadora de Projeto na URJC Laura Nuño, e a Coordenadora do Projeto MAP-FGM no CEI-IUL Clara Carvalho. A sessão inaugural ficou a cargo da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade de Género, Catarina Marcelino, e o keynote speech que se seguiu foi proferido por Fatou Sarr Sow.

As sessões seguintes focaram-se nos modelos de combate e prevenção do C/MGF na África Ocidental e na implementação de Convenções e Tratados de Direitos Humanos nesse mesmo contexto geográfico. Os oradores de países africanos e europeus partilharam exemplos da sua pesquisa sobre este tema e no final de cada sessão seguiu-se um debate. Apresentaram-se investigações do Senegal, Gâmbia, Guiné Bissau, Guiné Conakry e Mauritânia. No final do primeiro dia foi ainda exibido o documentário de Inês Leitão “Este é o meu corpo”, e a sessão contou com a presença da argumentista.

O segundo dia do Seminário foi dedicado à análise de diversas respostas institucionais ao C/MGF, com a apresentação de comunicações sobre intervenções levadas a cabo no Reino Unido, na Suíça e na Serra Leoa, e também sobre o trabalho levado a cabo em Portugal por ONGs, associações, pela Direção Geral de Saúde e pela Comissão para a Igualdade de Género.

O lançamento oficial do vídeo-spot deste projeto ocorreu durante o primeiro dia do Seminário e contou com a presença do realizador, Pedro Neto. O vídeo já está disponível neste link – https://www.youtube.com/watch?v=Ngtd7V3PJyo

Um livro sobre o seminário, contendo as contribuições dos oradores, será publicado no início de 2018.

3rd International Seminar “Institutional Responses to FGM/C” video playlist